Playlist em dobro – música que aflora

Oi gente, tudo bem? Música é um assunto que não pode faltar em qualquer que seja a situação. Numa festa, num passeio ou no O Mesmo Diferente 😉 Gosto a parte, todo mundo tem o que comentar sobre aquele disco que foi lançado mês passado ou sobre o clipe polêmico daquela banda. E não falta variedade, né? Tá aí um meio que sempre se renova e se expande como nenhum outro. Provoca, intensifica, aflora de qualquer que seja a forma. Um violão e o tédio está extinto. Consideremos a própria voz, também, a fonte dos embalos com as melhores companhias. E, se sozinho, não há com o que se irritar: o fone de ouvido te transporta para o que desejar, te traz aconchego. Um grito no vazio? Talvez. Volume máximo, papo zero, me expresso mais do que demais.  Não ligue para música, ligue a música e ela estará em ti. Então, aperte o play da minha seleção

capa 1

Doves – Black And White Town → Música mais viciante não há ❤ Mas eu explico direitinho: o seu ritmo é perfeito, do estilo que parece  combinar  o vocal e o instrumental com magia. Aliás, os vocais me fizeram ficar extremamente desapontada ao ver que eles não são muito falados nem ativos. Daí, surgiu uma missão para mim! Pensei na hora que deveria contar a vocês minha paixonite britânica.

Violent Soho – Saramona Said → Alguns hábitos não devemos temer em alimentar. Logo, continuo tirando fotos do pôr do sol, comendo misto quente que não é misturado e ouvindo Violent Soho ❤ Cá entre nós, como não ouvir? Os australianos honram com o que vem sendo passado de geração em geração e está nas nossas mãos: fazer boa música. Bom, e isso eles conseguem mais do que perfeitamente. Saramona Said é um exemplo de trilha sonora para qualquer momento, e daquelas extremamente emocionantes que te fazem pensar: guardarei esse dia pro resto da minha vida.

Paul Westerberg – Waiting For Somebody → Se esta música estiver tocando, esteja preparado para ver uma explosão de alegria e uma péssima dançarina, hehe. Alguns filmes te dão lições, outros risadas e há também aqueles que trazem o melhor tesouro: uma faixa de bem com a vida para sua playlist. Agradeço ao filme Singles por esse presentão que não sai da minha cabeça. E aí se tem as consequências que, nesse caso, são o show de horrores dos meus movimentos na pista de dança imaginária que é meu quarto 😛

Guns N Roses – You Can’t Put Your Arms → Do álbum de 93 do Guns para o blog, temos uma das faixas mais escondidas e que não deveriam ter tal pouco reconhecimento. Uma roda, amigos, um violão e aí já temos a conveniência estilo sessão da tarde necessária. Caso você seja como eu e não possa ter isso tão fácil, esquece. O fone é suficiente para ela entrar e não querer mais sair de sua mente

Pearl Jam – Army Reserve → Não, eu não vou deixar de escutar nem falar sobre esta banda aqui  ❤ Bom, e sua música da vez é um achado do modo aleatório. Na verdade, uma das melhores coisas que ele poderia revelar. Geralmente associo bastante Pearl Jam á descanso. Não é preciso muito para poder tê-lo  escutando Army Reserve, apenas fechar os olhos. A guitarra e seus infindáveis detalhes á obra de arte são parte principal da nossa querida viagem. Comece a sua agora!

Pensa que acabou? hehe

2 3

Red Hot Chili Peppers – My Lovely Man → Mais eficiente do que energético ❤ Sempre tem aquela música que você nunca dá muita atenção até o dia que ela parece conversar contigo e te convencer que merece ser escutada. Daí, tcharam : você descobre que perdeu tempo da sua vida em simplesmente pula-la. Perdão, My Lovely Man, por ter ignorado seu maravilhoso e empolgante funky style que, felizmente, agora está presente em todos os dias. E, para defini-la e dar passagem á sua chance de ouvi-la, há uma palavra suficiente: harmonia. Seja bem-vindo á uma forma de senti-la.

Ugly Kid Joe – Would You Like To Be There → Alguns conselhos a gente simplesmente ignora, eu sei. Mas agradeço por não ter deixado de lado esta música quando indicaram-na ❤ Escutando-a, sinto como se estivesse eternizando as melhores coisas à minha volta.  É um exemplo do estilo de banda que surgiram em massa nos 80-90 e, no entanto, não fizeram o mesmo sucesso que várias outras conhecidas até hoje. Para mim isto é uma injustiça, já que o som é de um qualidade que não se encontra na esquina. Aproveite, então, da base mais pesada aos pequenos detalhes da guitarra que acompanham a música inteira.

Candlebox – Far Behind → Seguindo a linha de bandas que não fizeram tanto sucesso mas mereciam um público gigante, trago algo para acalmar os ânimos. Uma das pérolas  hard rock desta banda conta com variações no ritmo capazes de transportar para bem longe de seus problemas. Num todo, a fórmula parecia ser perfeita para que um auge contínuo e imediato tivesse início. Mas o talento deixou marcas fortes apenas nos primeiros CDs e, ao longo dos outros, não avançou muito. Bom, não choraremos migalha, certo? Até porque o que temos em mãos vale mais do que a pena escutar

Foo Fighters – Gimme Stitches → No topo das mais tocadas do meu iPod e dentro das melhores coisas rotineiras está essa música ❤ Não é de hoje que ela faz parte da minha trilha sonora. Bom, e como desapegar? Um clássico FF: hard rock cujo ritmo é entusiasmante e a letra fica na sua cabeça para animá-lo. Confesso que, as vezes, ela é motivo de dancinhas internas e sonhos acordada. E é claro que não a deixo só para quando estou sozinha. O que é bom deve ser compartilhado e é por isso que quando junta a galera é ela que está no rádio e na voz de cada um. 

Paw – Lolita → Para fechar com chave de ouro, temos uma das minhas queridinhas, hehe. A relação entre eu e esta música começou de um jeito complicado: me apaixonei e não sabia seu nome, muito menos lembrava onde havia escutado-a. O caminho foi longo e gerou uma ansiedade gigante, mas deu certo. Graças á espera, posso ouvi-la, canta-la, interpreta-la, dança-la e compartilha-la com vocês, o que é uma das coisas mais prazerosas! Bom, e com isso recheio ainda mais essa seleção de bandas que foram por consideradas bastante como grunge e, na verdade, são simplesmente eternizadoras

Decidi que não serei bruxa má. Sim, estou falando da playlist ser descontínua. Escute-a com apenas um play abaixo: 

E aí, curtiram esta mega playlist? Que músicas te dão as melhores sensações? Quais você mais escuta? Quer sugerir algo? Fale para mim nos comentários ou no twitter do blog ❤ Espero que gostem!

Beijos, micoelho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s