Foto – shoots e dicas de uma iniciante

Oie, tudo bem? Falei anteriormente sobre o meu hobbie, a fotografia, e o quão empolgada fiquei ao ganhar uma câmera semi-profissional. Mas acredito estar dívida com vocês, já que não dei detalhes de como tem sido a experiência usando-a e, principalmente, as fotos feitas com ela. Um post assim não poderia ser deixado de lado! As férias, incrivelmente, não trouxeram a maioria das coisas que verão aqui, porém contribuíram com a escolha dos locais e ajustes em geral. Para dar uma incrementada na história, selecionei as minhas partes favoritas de uns photoshoots diferentes: dentro de casa, com modelo e paisagens.  O principal em cada momento clicado é a sensação que o autor tem e transmite, logo espero que chegue á vocês a ternura e a felicidade. 😛

capadoasas

Este post tem dicas, fotos e observações do início ao fim ♥ 

Como muitos aí, meu principal instrumento para tirar fotos era o celular. Ele ainda continua tendo o seu lugarzinho reservado por tamanha praticidade. Mas, quando a captura do momento é mais trabalhada, tenho uma opção mais adequada, ou seja, a câmera 🙂 Antes de começar, então, devo apresentá-la á vocês: tenho uma DSC-H100, de 16.1 mega pixels e 21x de zoom.  Ela é uma semi-profissional indicada para iniciantes, característica que eu me enquadro.

1920288_547533028687764_1504567216_n (1)

Estou me habituando á ela, o que não é tão simples quanto parece. Ajustes e o modo de uso vão sendo conhecidos aos poucos e com prática. Em poucos meses fotografando com ela consegui perceber onde tenho que melhorar e também em quais pontos posso redefinir a câmera.  Se há uma boa sugestão é relaxar e sempre fazer novas tentativas!

O tamanho e o peso dela são ideias para o estágio onde tudo começa. Este traz mobilidade e facilita o momento em que você forma um suporte á ela e captura sua imagem. Porém, como o velho ditado já diz, tamanho não é documento. A pequena Sony aqui tem diversas formas de te ajudar, desde antes do momento do foco. Luz, cena e muito mais opções! Além disso, estou apaixonada por sua função panorâmica 

DSC01216

Estou desenvolvendo, também, uma conexão com o aparelho, tornando-o mais da forma que prefiro. As fotos abaixo mostram isso e muitas mais coisas, vejam:

✖ Ao ar livre

12

Foi o primeiro photoshoot que eu fiz e rolou tudo no mega improviso. Para começar, a ideia surgiu na hora. No meio do quintal dos meus tios, minha irmã e eu comecemos essa pequena sessão de fotos. Ela, uma garota ”pouco fotogênica”, para não falar o contrário, montava mil poses e esperava pacientemente pelo click. Além disso, o local em geral contribuiu bastante!

Durante uns 40 minutos no máximo, obtivemos esse resultado. Clara e eu, ambas iniciantes no ramo, ficamos maravilhadas com isso. É bem divertido todo o processo, principalmente quando há um entrosamento. Logo de cara já percebemos isso, sendo que eu já espero ansiosa por novas chances como esta.

Eu não tinha experiência alguma com câmeras semi-profissionais, então pedi ajuda para a função ”Auto Inteligente”. Assim, sem nenhum trabalho, a máquina achava e colocava em prática o modo que melhor correspondesse com a cena e o foco feito. Isso serviu como uma aula para mim, pois prestei bastante atenção no que estava sendo ativado e em como a câmera é.

Veja mais uma parte das fotos tiradas:

37DSC004546ahshashas

✖ Dentro de casa

910

Esse photoshoot é bem mixado. Os itens fotografados e as pessoas que aparecem nele foram escolhas aleatórias e o resultado nem um pouco contestado. Fiz dessa maneira para poder expandir tanto a minha forma de tirar fotos quanto o que aparece nelas. No final, achei bem interessante, pois acabou abrindo também um outro caminho além do criativo: o técnico. Isso influenciou na velocidade com que eu me habituei á câmera.

A maioria dessas fotos foram capturadas na mesma função ”Auto Inteligente”. O restante, por eu ter usado o flash, coloquei na função ”Seleção de Cena: ‘Captura de retratos com pouca luz e flash”’. Ambas melhoraram bastante a qualidade, porém são opostos, em minha opinião. A primeira, como seu nome sugere, no melhor modo a partir da identificação dele. Já nesta segunda você seleciona o modo desejado, que será mantido até que ocorra uma troca manual. 

Veja mais fotos:

13111412

✖ Mais paisagens

15 16

No final de semana que antecedeu o carnaval, fiz uma viagem para um resort todo no estilo suíço medieval. Tinham várias atrações dentro do hotel, incluindo um parque de diversões, uma fazenda e uma descida de esqui com pista de patinação. Para quem vive no meio do subúrbio e presa no cotidiano, o sensor de chances de boas fotos mais do apitou: ele rachou ao meio.

Incrivelmente consegui conciliar todos os passeios com fotografias bem tiradas. Mas, para isso, apenas precisei colocar a câmera no modo ”Auto Inteligente” e paciência de duração 3s para o foco. Boas imagens surgiram como mágica! Ok, menos. Durante os 2 dias e meio no Le Canton, meu pai foi a assistência técnica móvel. Ele auxiliou nos últimos ajustes necessários, deixando-me, então, com o caminho livre. 

”Mas por que só paisagens?” Eu, a pessoa que deveria ser modelo, acabei estressando o fotografo reserva. Sim, este seria também o meu pai. Segundo ele, sou exigente demais e desacelero seu processo criativo. Preferi não discutir muito e aproveitar mais as atividades, assim como o que poderia ser clicado.

Vejam mais fotos:

17 18 19 20 21

Resumindo em três dicas, fica assim:

Conheça as funções da sua câmera. Mexa em cada uma delas e ative-as. Faça o mesmo com os modos e ajustes, para que seja possível saber cada ação que é possível e entender as reações que você obterá com isso. De preferência, guie-se por um manual ou tutorial de alguém que explique o modelo mais equivalente ou totalmente igual ao seu.

Pratique bastante. Um exercício divertido para todo fotografo e melhor ainda para os inciantes ansiosos: clique bastante! Veja as diferenças entre os focos e como sai a captura a partir de diferentes ângulos. Por em prática seus projetos testando cada coisa que você aprendeu no passo acima ajuda muito!

Defina-a. Como você já conhecerá as lentes e como é estar atrás delas, ajuste a sua câmera da forma que melhor lhe atender. Para isso, indico que, assim como eu, você tenha o aconselhamento de alguém que tenha feito o mesmo. Ao terminar, estará liberado para uma fase mais semi-profissional que só avança 

E aí, gosta de fotografia? Esta nesse ramo? O que achou das dicas e fotos? Quer sugerir algo? Fale para mim nos comentários e no twitter. Espero que gostem *-*

Beijos, micoelho

Anúncios

8 comentários sobre “Foto – shoots e dicas de uma iniciante

  1. Amei as suas fotos! Ficaram lindas! Eu tbm sou iniciante nesse mundo da fotografia mas fui direto para a camera profissional (Nikon d3100). Ainda to pegando aos poucos as funções,e segundo umas amigas minhas,to indo bem haha

    Beijos,
    Lorena (lohgraphy.wordpress.com)

  2. Olá,
    Eu encontra trei seu site hoje e simplesmente GE estou amando tudo. Kkk adoro fotografia eu tô no início ainda sempre gostei de aprender mais sobre.
    Queria saber se vice não poderia fazer um tutorial explicando para que serve cada função da câmera (eu meio que ganhei uma Cânon semi profissional).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s