Culpe as estrelas

Iludir-se e acreditar que seus desejos se realizarão não tem o mesmo significado. Não culpe as palavras pelos desencontros que o universo acaba causando. Um dia me falaram, após alguns acontecimentos realmente esplendidos, que talvez isso fosse uma recompensa que as estrelas estavam me oferecendo. No primeiro instante, naquele em que sentimos tudo superficialmente, não havia compreendido o quanto de sentido aquela frase fazia.  Eu ainda não tinha conhecimento sobre as mudanças que aquilo poderia provocar.

Somos praticamente treinados á seguir em frente, á sermos fiéis a maior pureza do mundo: desejo. Não estou aqui para dizer que você é tolo nem nada, mas sim para transmitir um pensamento provavelmente certo á alguns. Quantas vezes cada um já ansiou por algo? Quantas vezes isso foi o centro das suas atenções? Bom, depois que você reviu isso, me responda: quantas vezes você foi, direta ou indiretamente, incentivado para correr atrás da realização das suas vontades?

Por mais tortuoso ou doloroso que seja esse caminho, as cegas você vai empurrado á ele. De uma forma gentil, apenas para o seu bem, é claro. Houveram quedas, e a vitória não era garantida desde o inicio dessa batalha. Então, em seu final, tudo que lhe restava era a incógnita. Aquela certeza de que sim, desejas isso, desaparece. Tudo que se passa em sua cabeça é que quer voltar á seu aconchego, e o resultado de tudo que fez, dos obstáculos que passou, é ignorado.

Como se o mundo fosse feito de apenas uma resposta, você culpa aquela única peça que lhe guiou á todas as histórias passadas, qualquer que seja o final dela. O mundo é feito de várias portas, e você poderia ter recebido qualquer pista para sair do labirinto. Disso já sabe, ou deveria saber. É certo que ainda anseias por saber: o que me trouxe até aqui? Vou dizer então a minha humilde concepção: tudo decorrente das vontades deste universo, que nós assistimos, que nos move. Acredite, ele é mais misericordioso do que parece.

Michelle Coelho

Sim, me inspirei em parte no livro ”A Culpa é das Estrelas”, de John Green. E obrigada, Maria, pela frase que ocupou o meu dia todo e trouxe ótimas coisas para se pensar 

E aí, tem alguma história que combine com isso? Quer sugerir algo? Fale para mim nos comentários ou no twitter. Espero que gostem *-*

Beijos, micoelho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s