Livro – A Culpa é das Estrelas

Oie, tudo bem? Não costumo fazer resenhas aqui, até porque não tive muito tempo para ler, graças a beleza que é a minha escola. Mas não resisti a tentação de comentar com vocês sobre esse livro que me encantou e me fez devorá-lo em dois dias. ”Ah, mas todos no mundo já leram ele e sua opinião deve ser a mesma de qualquer um.” Bom galera, mesmo sendo uma modinha ter  John Green na estante, duvido que as pessoas que o leram vão ter um ponto de vista semelhante sobre estas obras, e um dos motivos para eu crer nisso é que, sinceramente, não acredito que todas as pessoas que postaram uma foto do/com o livro tenham o lido realmente e compreendido. E esse fato já faz com que as impressões sobre os livros sejam as mais variadas. Estou aqui para, em uma resenha, dar a minha opinião sobre as 283 páginas que me fizeram chorar, rir e ainda querer mais, como Markus Zusak disse (autor de ”A Menina que Roubava Livros”♥ 

IMG_0606

Para começar e dar uma ideia á vocês do quê que é o livro, vamos á sinopse:

” A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer – a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.Fonte

O texto acima foi apenas um dos motivos que me deixaram curiosa para ler A.C.E.D.E. Várias resenhas falavam sobre ele como se fosse algo imperdível e, depois, lendo, descobri o grande valor que o livro tem. Faz parte do meu gosto literário drama e realismo, o que se encontra em todas as páginas de A Culpa é das Estrelas. Costumo entrar nos universos dos livros, incorporar os personagens, imaginar o que eles estão vendo, sentindo, pensando. De certa forma, me deu uma vontade de conhecer mais a Hazel. Queria entendê-la mais do que foi possível interpretar.

IMG_0616

Os diálogos deste livro, as descrições, as situações, os personagens, todo se conectou de forma que foi possível captar as mensagens transpassadas. A.C.E.D.E. é muito mais do que um best-seller porque consegue ser um drama/romance com conteúdo de verdade. Não são palavras já lidas várias vezes antes que, por isso, se tornaram vazias. Acho, inclusive, que devoraria Uma Aflição Imperial se existisse, pois acabei me encantado por as citações que o Gus e a Hazel fazem deste livro, assim como as poesias.Em falar nisso, separei alguns trechos que gostei para mostrar á vocês:

”Eu acredito naquela frase de Uma Aflição Imperial. ‘A luz do sol nascente forte demais em seus olhos que perecem.’ Acho que o sol nascente é Deus, e a luz do sol é muito forte e os olhos dela estão perecendo, mas não estão perdidos. Eu não acredito que retornamos para assombrar ou consolar os vivos nem nada, mas acho que nos transformamos em alguma coisa.”

”É nisso que eu acredito. Acredito que o universo quer ser notado. Acho que o universo é, questionavelmente, tendencioso para a consciência, que premia a inteligência em parte porque gosta que sua elegância seja observada. E quem sou eu, vivendo no meio da história, para dizer que ele, ou a minha observação dele, é temporária?”

”Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.”

”Não dá para escolher se você vai ou não se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo.”

”O importante não é o que as vozes estão dizendo, mas o que as vozes estão sentindo.”

”Meus pensamentos são estrelas que eu não consigo arrumar em constelações”

Essas são apenas algumas das várias outras que agora já estão marcadas em mim. 

IMG_0612

Eu amei, amei, amei, e já planejo relê-lo. Indico a leitura dele á todos, porém é menos provável daqueles que não gostam de trama e/ou não querem conviver com uma opinião menos otimista gostarem de A Culpa é das Estrelas.

E aí, já havia lido antes?Se sim, o que achou? Se não, pretende ler? Quer sugerir algo? Fale para mim nos comentários ou no twitter. Espero que gostem *-*

Beijos, micoelho

Anúncios

Um comentário sobre “Livro – A Culpa é das Estrelas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s