Bienal do Livro

Oie, tudo bem? Eu sei, eu sumi. Mas volto agora com algumas novidades e, aliás, sempre venho pra cá compartilhá-las 🙂 Como muitos amantes da leitura, novatos neste estilo de vida e acompanhantes, visitei a Bienal do Livro. Ela é, resumidamente, o que seu nome sugere: um mega evento literário onde editoras e outros envolvidos se reúnem para fazer a festa dos que gostem/querem/pretendem ler! Também há nela a presença de artistas (alguns que foram pra passear, outros para marcar presença em algum stand), incluindo autores que deram palestras, autógrafos e fotos. Além deles, o povo que participa é bem simpático e não costuma ter tumulto, pelo contrário. Turistas, cariocas, todo mundo querendo um pedaço de Bienal e aproveitando-a. Ela ocorre de dois em dois anos, geralmente, ou seja, se você perdeu a 2013, prepare-se para 2015 conferindo uma experiência própria que é, no caso, minha, e que vem com dicas para não passar por estresses e se sentir satisfeito ao seu final 🙂

(1)

Várias pessoas falaram, mesmo logo nos primeiros dias, que já tinham ido e tinham aproveitado bastante, que valia apena dar uma passada. Porém o que mais me deixou curiosa sobre o evento foram as suas críticas negativas que, em minha opinião, não estão certas. A Bienal teve começo no dia 28 de agosto e apresentou um público grande nesse dia. Porém chegou a lotar nas sextas, sábados e domingos em que esteve aberta e também na parte da tarde de outros durante semana.

O resultado final á todo o trabalho que eles tiveram deixa satisfeito quem visitou a Bienal: conseguiram arrecadar uma quantia R$20 milhões maior do que a do  ano anterior. Haviam aqueles que acreditaram que este evento seria apenas as mega promoções ou os artistas que foram prestigiar. Mas essa é apenas uma parte de um grupo maior e agradável. Houve reencontros e encontros, assim como ”achei, finalmente!”e exposições de dar brilho nos olhos dos fãs e fazer os que desconhecem ficarem de queixo caído.

Para não perder os detalhes

(19)

→ O dia e horário escolhido influenciam muito no que você encontrará no evento, seja em relação aos stands e á programação, seja em relação á quantia de pessoas e estresse que terá. Desta vez, os dias de semana pela parte da manhã e tarde estiveram mais cheios e com algumas filas.

 Veja as editoras do que mais gosta/pretende comprar antes de chegar lá. Ficar rodando e rodando por elas não é muito confortável só vai te deixar chateado com a situação. Pesquise também os preços, assim terá uma ideia do que vai querer levar mesmo e do que ficará para a próxima.

→ Procure pelas informações do evento antes. Por mais que o seu amigo dê os conselhos dele, veja aquelas coisas básicas, mas muito úteis. Todos os tópicos se encontravam no site oficial do evento. Vendo-os, era mais fácil todo o passeio em si.

 Comprar os ingressos em cima da hora não é muito bom. Se possível, vá á um ponto de venda de ingressos ou acesse o  site que disponibiliza-os.

Ganhado e comprado

(2)

Passei por todos os pavilhões, mas confesso que o mais apaixonante e que, portanto, fiquei mais, foi o azul. Lá estavam muitas das grandes editoras/lojas e programas dentro do próprio evento, como o Café Literário, onde houve entrevistas bem interessantes. O stand que mais gostei foi o da Intrínseca e, sinceramente, morro de amores pelos livros de lá. Infelizmente, o da Sextante não foi bem o que eu estava imaginando, acho que faltaram alguns sucessos deles lá.

(3)

Dá pra perceber que eu realmente fiz a festa na Intrínseca, né? haha. Antes de comprá-los, e isso é referente á todos mesmo, já tinha lido resenhas e capítulos na net ou na livraria. É sempre bom fazer isso para depois não dar  um arrependimento de ter levado isso e não alguma outra coisa diferente. Vamos ao que comprei e ganhei 🙂

(7)

(6)
Cidades de Papel, A Culpa é Das Estrelas e Teorema Katherine

Já havia ouvido falarem várias vezes sobre este autor e como suas obras são surpreendentes. Daí a curiosidade surgiu e, com ela, também a ansiedade de ao menos folhear as páginas em busca de uma comprovação se é ou não bom. Vale a pena ler, mas não vá pelo fato de que todos estão gostando e sim veja antes se faz o seu tipo/é do seu gosto. Depois muito tempo esperando, consegui comprá-los e fiquei bem satisfeita 

A obra de John Green já é essa maravilha. Mesmo nunca comprando livro pela capa, tenho que admitir que a produção que a Intrínseca faz é também um grande atributo! São realmente apaixonantes de todos os ângulos.

(10)
As Vantagens de Ser Invisível

Sabendo que o livro que baseou um filme é, na maioria das vezes, mais informativo e interessante do que a obra feita para o cinema, comecei a ver algumas coisas sobre este. O que me fez parar mesmo para dar uma olhada na versão do cinema foi o fato da Emma Watson estar junto com o Logan Lerman, Nina Dobrev e Paul Rudd. Já os conhecia de outros trabalhos feitos, sendo que alguns estão entre meus favoritos. Acredito que gostarei bastante, pela forma em que tudo é contado e pelo que se conta 

(13)
O Ladrão de Raios

Amo ler, principalmente séries, quando eu tenho a certeza de que aquele mundo criado ali não acabará nem tão cedo. Mas, quando chega ao fim a jornada por páginas (e o legal é que podemos repetí-la), é bom partir para mais alguns momentos e personagens que ficarão marcados por bastante tempo.

Percy Jackson é uma grande série com vários adeptos. Seguindo aquele mesmo pensamento que já disse aqui antes, se o filme é bom, o livro é, geralmente, mais completo e interessante, comprei-o pelas impressões que já tinha sobre a trama. Tenho amigos que leram e aprovaram, assim como gostei do que pude ler na web e na livraria.

Espero poder resenhar estas obras e, então, vocês saberão mais (com menos spoiler possível)

(17)

No pavilhão laranja andei pouco. Foi o último e já estava mega cansada 😦 Dando uma passada bem rápida pelos stands, encontrei um pequeninho onde haviam diversos posters como estes. Dentro deles há umas informações básicas sobre o tema. Como eu não tenho muita piedade com isso, vou colocar na parede mesmo, hahaDá pra encontrá-los em muitos lugares diferentes, e são vários os tipos deles! Ah, o preço também ajuda.

E aí, foi na Bienal? O que achou? Caso não, gostaria de ir? Quer sugerir algo? Fale para mim nos comentários ou no twitter. Espero que gostem *-*

Anúncios

2 comentários sobre “Bienal do Livro

    1. Olá. André! Adianto aqui os meus atrasados parabéns pela sua data! Acredito que tenham sido 10 anos de muito trabalho e sucesso. Infelizmente seus comentários estão indo para minha caixa da SPAM invariavelmente. Por isso não pude comemorar contigo na dia exato. Já estou tentando resolver tal problema. xoxo 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s