Playlist – pode ser a mágica de cada um

Olá, tudo bem? Sábado com sol e chuva porque a semana teve tédio e agitação; tristeza e alegria extrema; foco e preguiça; medo e coragem. Bipolaridade não é a palavra que define o universo, e sim universo é o que define a bipolaridade. Não somos só lados ruins, e vejamos mais o quão positiva é  a alma de cada um. O céu só faz a emoção dos que não sonham. A outra parte, aqueles com capacidade de expandir a mente além dos limites impostos pelo material, faz de suas lágrimas chuva e de seus sorrisos sol. Você pode se trancar em mundo em que apenas a tecnologia faz a diferença. Enquanto isso, estarei em um pôr-do-sol vendo mágica de verdade ocorrer. Você é parte do lugar em que vive, aprenda a conviver com o não-material dele. Se precisar de ajuda, faça os ventos soprarem as canções que o representam ♥ No caso, faço o meu blog mostrar algumas delas.

Dani Califórnia – Red Hot Chili Peppers > adorar uma música que é conhecida tem seus benefícios, como por exemplo escutá-la várias vezes no rádio, seus familiares a colocarem nas festas e reuniões (ou será que isso é só na minha?) e também, quando você dá o primeiro passo para dentro de uma loja, ela começa a tocar.  Se o que ocorreu final de semana passado foi mágica ou não, eu não sei. Porém que esta música me anima de um jeito que me faz ter vontade de sair pulando por aí, há certeza absoluta 

Stargazer – Mother Love Bone > é inacreditável como, a cada música que escuto dessa banda, me encanto mais ainda por ela. A letra parece sempre se encaixar, interpretar profundamente e transformar momentos diferentes em especiais, ou mais fáceis. Bom, como se não bastasse ter uma letra boa (e não basta, na maioria das vezes), o Mother também tem instrumentais magníficos que costumam me tirar do presente e levar para bem longe, provavelmente para um ”mar de compreensão”. Esta música, obviamente, não poderia ser diferente *-*

Shame In You – Alice In Chains > acredito em destino, e foi ele que me apresentou essa música. Na verdade, foi meu irmão por uma maneira indireta. Estava lendo meu livro na sala e, quando comecei um capítulo mais triste, ela começou a tocar. O som vinha do quarto de cima e parecia propositalmente encaixado na situação. Quando descobri o nome dessa música, fiquei muito satisfeita de poder confirmar que ela, em letra e em instrumental, é toda a perfeição que já imaginava 

Self Esteem – The Offspring > será que eu sou a mestre em conhecer músicas por acaso e acabar me viciando nelas? Aquele famoso deja vu musical começou quando minha prima falou que tinha se lembrado de algo antigo que ela gostava. Essa música é um bom exemplo de que o som pode mudar as suas reações. A acho realmente muito legal, e o meu pai já deve dizer o contrário, porque aposto que ele não aguenta mais me ouvir cantando-a 😛

Nearly Lost You – Sreaming Trees > a conheci através do filme Singles, e ela está entre um dos motivos de eu ter baixado a trilha sonora toda. Tem muita coisa boa ainda para se escutar que veio/vem com base no som denominado por alguns como ”Seattle Sound”, o grunge.  Os seus riffs, toda a musicalidade, na verdade, me encantou e ela tinha que estar aqui 🙂 Provavelmente escutarei e falarei mais dessa banda.

E aí, o que achou? Já conhecia? Quer sugerir algo? Falem para mim nos comentários ou no twitter. Espero que gostem *-*

Beijos, micoelho

 

Anúncios

2 comentários sobre “Playlist – pode ser a mágica de cada um

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s