Livros – Histórias Verdadeiras

Por Giselda Laporta Nicolelis, Editora Scipione.

” Lá no quarto, o menino acordou. Espreguiçou-se, esticando pernas e braços. O cão ao seu lado também despertou e lambeu como faria  a uma cria. Depois começou a comer os bocados que o homem jogara no chão, tendo o cuidado de deixar a parte do menino, que tranquilamente também ao seu lado, como se não fosse humano e sim um outro cão.

Então brincaram, rolando um sobre o outro, fingindo dentadas e rosnando. De repente, o garoto uivou, um uivo longo e sentido. O cão pareceu se condoer: de novo, com a língua áspera, lambeu a pele do garoto, como se o afagasse. Até que ele se acalmou e deitou-se ao seu lado. Tornaram a dormir, enrodilhados um no outro, o pelo do animal agasalhando a criança.

A cena se repetiu por dias, meses, anos..  Antes de sair para o bar – onde emendavam dias e noites -, os pais alcoólatras abriam a porta do quarto, onde viviam o cão e o menino, e atiravam alguns bocados de comida. O resto o cão fazia : como a um filhote muito querido, ele adotara a criança. Dividia com ela os bocados, lavava-a com a língua, dormia ao seu lado… ” – Conto 2, Uma Questão de Amor.

Gente, estou lendo este livro para uma prova. Uma das coisas que eu achei muito boa nele é o fato dele ter várias narrativas (o que ser prejudicial á alguns). Esta é a minha favorita por enquanto. Confesso que fiquei assustada com a descrição, mas a situação retratada é de muito afeto, além de mostrar que este tipo de relação pode existir independente das raças e/ou idades. Tudo isso foi escrito pela Giselda com base em uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, publicada em 22 de março de 1988 (infelizmente, não consegui achá-la). Mesmo sendo antiga, impressiona a muitos, como eu.

E aí, o que achou da relação entre o cão e o garoto ? Quer sugerir algo ?  Fale para mim aqui nos comentários ou no twitter. Espero que gostem *-*

Beijos, micoelho

Anúncios

4 comentários sobre “Livros – Histórias Verdadeiras

    1. Esta é apenas uma parte dele que, na verdade, tem outras narrativas diferentes, e todas elas são baseadas em alguma matéria de jornal.
      O garoto também foi chamado de ” menino-cão ”, haha. 🙂

  1. Sim ♥ O livro é ótimo, eu estou no 6° ano, e estou precisando dele para provas e atividades que terá na minha escola, mas enfim, seu blog foi super útil para mim os últimos dias! Estou amando-o ♥ *—*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s